Segurança alimentar e o papel da tecnologia na eficiência do agro brasileiro

0

O cenário global tem nos mostrado ao longo dos anos que o crescimento populacional incansável se torna talvez o principal desafio para a segurança alimentar da espécie humana. Em outras palavras, é necessário produzir mais alimentos para atender às crescentes demandas. Diante disso, podemos afirmar que o Brasil se destaca nesse objetivo de procurar suprir essas necessidades, intensificando sua produção de forma eficiente e sustentável, graças à tecnologia, forte aliada do agro.

Ela tem sido a grande impulsionadora por trás do avanço contínuo em novos patamares de desenvolvimento. Nesse contexto, o agronegócio se torna um terreno fértil para inovações, onde a interseção entre a ciência e a prática agropecuária cria um ambiente propício para a prosperidade econômica e social no Brasil e no mundo.

Técnicas modernas de cultivo, equipamentos de ponta e sistemas de gestão inteligente são alguns dos elementos responsáveis pelo sucesso constante dessas cadeias. Sucesso esse que corresponde a aproximadamente 25% do PIB do país, uma vez que falamos do setor que transformou o Brasil de importador de alimentos em um dos maiores exportadores do mundo.

Atualmente, metade do açúcar consumido no planeta tem origem brasileira. Além disso, 60% da soja mundial é produzida aqui, assim como 80% do suco de laranja, sem mencionar os recordes de exportação de carne bovina, carne de frango, algodão, café, entre outras commodities.

Evolução contínua

É interessante dizer que vivemos o futuro hoje. Muitas empresas já operam com sistemas avançados de agricultura de precisão, inteligência artificial, IoT (Internet das Coisas), biotecnologia, entre outras ferramentas que estão transformando nossa visão do amanhã. Mas não podemos negar que há uma certa carência de informações e oportunidades por parte dos profissionais do setor, que se sentem muitas vezes perdidos meios a tantas inovações ao mesmo tempo, sem saber quais de fato vão solucionar ou causar ainda mais incerteza, dificultando a permanência da companhia no mercado.

Visto isso, como aproximar os provedores das soluções tecnológicas daqueles que buscam a transformação digital em suas empresas, indústrias, usinas e outros empreendimentos?

Pensando em sanar essa dúvida, o Vision Tech Summit Agro foi criado com o propósito de ser um ponto central para líderes e especialistas em tecnologia aplicada ao agronegócio, promovendo discussões, conteúdo, networking e conexões estratégicas. Além de trazer profissionais renomados, CEOs, CIOs, CTOs e demais líderes responsáveis por apresentam as soluções inovadoras já disponíveis no mercado, o evento visa impulsionar o crescimento e a eficiência, alinhando-se a uma visão de futuro em que a tecnologia é fundamental para o desenvolvimento econômico sustentável.

Essa sinergia entre o conhecimento prático e as soluções tecnológicas não apenas amplia as oportunidades de crescimento, mas também contribui para a construção de uma comunidade mais informada, conectada e preparada para enfrentar os desafios que chegam a cada novo dia.

Se pensarmos que, de cada cinco pratos de refeição servidos no mundo todo, dois são de origem brasileira, passamos a entender na prática o tamanho e a importância do agronegócio nacional. Isso só é possível graças à tecnologia. O Vision Tech Summit Agro é uma oportunidade única para líderes do agronegócio explorarem as últimas tendências em tecnologia e inovação, impulsionando assim o crescimento e a competitividade do setor”, salienta Carlos Barros, presidente do GATUA, empresa organizadora da conferência juntamente com a Visão Agro.

Um dos grandes diferenciais do Vision Tech Summit é justamente ser um espaço onde os participantes possuem voz ativa para interagir diretamente com os painelistas, enquanto estes apresentam suas soluções e pontos de vista. Dúvidas e demais questionamentos são discutidos na hora, sem a necessidade de interlocutores. Isso proporciona uma dinâmica única de troca de conhecimento e experiências, permitindo que cada participante saia do evento com uma compreensão mais profunda das tendências e desafios do setor, além de novas ideias para impulsionar a inovação em suas próprias empresas”, conclui Alexandre Ramos (Mahal), CEO da Visão Agro.

por: Fábio Palaveri

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect